Inadimplência das empresas cresce 36% em dezembro  
  Data: 25/01/2009  
 
Apesar de até outubro passado o índice de inadimplência das pessoas jurídicas ter registrado queda de 0,3% no acumulado do ano, a taxa encerrou 2008 com alta de 4,8%.

Apenas no mês de dezembro, o aumento nas dívidas em atraso foi de 36,1% em relação a dezembro de 2007, o maior desde 1999, quando o indicador Serasa Experian de Inadimplência de Pessoa Jurídica foi criado.

De acordo com Carlos Henrique de Almeida, assessor econômico da Serasa Experian, a explicação para a alta recorde da inadimplência é a restrição ao crédito somada a retração da atividade econômica. Juros altos, maior seletividade na concessão de crédito e prazos de financiamento menores provocam queda na demanda do consumidor.

A inadimplência das pessoas físicas também cresceu. O aumento foi de 8% em 2008 em relação ao ano anterior --o maior desde 2006.
 
     
 


 
 
 
Provimento institui selo digital em Serviços Notariais de Mato Grosso
Corregedoria implanta projeto piloto de utilização de selo digital
O que é um protesto de Título
Inadimplência das empresas cresce 36% em dezembro
 
 



Página Inicial | O Cartório | Modelos de Documentos | Protesto | Serviços | Tabela de Custas | Contato

4º Serviço Notarial de Cuiabá - Todos os direitos reservados